Ignez Ferraz, arquitetura & design  
Loading
     
PERFIL
CONTATO
NA MÍDIA
ARTIGOS
DICAS
 
Portfólio
DESIGN - MÓVEIS
ARQUITETURA
INTERIORES
MOSTRAS
MÓVEIS
Apoio
arquitetura & construção
design & internet
 
 home » artigos » igrejas do sim!
Igrejas do SIM!
Por Ignez Ferraz
In which church we say YES?



Rosácea (grisaille) do transepto Norte da Notre Dame de Paris – 1250


Ignez,


Desde que, buscando artigos do meu interesse na Internet, me deparei várias vezes com seu site, passei a freqüentá-lo com assiduidade. Ao ler sobre sua viagem ao Japão, gostaria de lhe dar uma sugestão, se não fosse inoportuno:


Você deveria trocar essa sua paixão pela “Igreja na água” por Notre Dame em Paris ou Saint Sulpice. Insistindo: Paris fica mais perto que o Japão. Tem mais igrejas. A viagem fica mais em conta e last but not least, Paris é bem mais romântico!!!! Como eu já casei uma vez na “Parroise de Saint honore D'Eylau" dans la place Victor Hugo, sei do que falo.


Think about it!!!
Xavier (from Mexico)


P.S. But anyway, if you are in Japan, try to visit Hong Kong. No architect can miss such an interesting city, similar to Rio in many things, but so different...



Obrigada pela dica Xavier, mas eu, apesar de adorar as igrejas góticas – e Notre Dame mais ainda, já que se situa na cité-lumière-de-mon-coeur, enlouqueço mesmo é com Arquitetura Moderna e Contemporânea (repare que nossos ARTIGOS sobre o tema vão de Berlim ao Porto, de Pequim à Tóquio, passando por Londres e Nova York).


As primeiras igrejas que me aportaram na lembrança foram as mais “antigas”, que visitei na época da Faculdade (e já citadas na homenagem INVISTA no Arquiteto), ambas ST.MARY’s Cathedral.
Apresentam concepções similares: formas cônicas ascendentes em concreto aparente, encimadas por grandes cruzes de iluminação zenital, que descem pelas laterais formando rasgos de vitraux (olha aí quanta influência gótica, Xavier!). LIIINDO, querem ver?


De 1971, em São Francisco, projeto do italiano PIER LUIGI NERVI, o craque das estruturas nervuradas e pilares inclinados:











De 1963, em Tóquio, projeto do meu ídolo japonês KENZO TANGE: (Vejam um dos seus projetos mais recentes em Tokyo Cult)











Bem, já que meus pensamentos chegaram até o Japão, e já que gosto das cruzes oversize como pontos de fuga dos projetos (tanto que já citei a Igreja Herz Jesu em Munique duas vezes), por que não a IGREJA DA LUZ do meu best architect TADAO ANDO?





Hummm...pensando bem, que tal trocarmos por luz natural, pela qual sou mais apaixonada? (Leiam Em busca da luz natural) TADAO continua imbatível em sua simplicidade e se superou na IGREJA DA ÁGUA.
(Já havia mostrado fotos em duas estações na matéria sobre a MIRA)


Agora, só "IMAGINA, IMAGINA..."



Tanto eu como minhas fiéis escudeiras Tabitha (à dir.) e Carol vestimos Cavendish.


P.S. Quem sabe no meu próximo casamento fico no Rio e me caso na futura capela do “Caminho do Niemeyer”?


 
Leia Também
 
 
Ignez Ferraz Perfil | Contato | Na mídia | Artigos | Dicas | Arquitetura | Interiores | Design-Móveis | Mostras.
  © 2003 Ignez Ferraz. Direitos reservados. Website by Felipe Memória