Ignez Ferraz, arquitetura & design  
Loading
     
PERFIL
CONTATO
NA MÍDIA
ARTIGOS
DICAS
 
Portfólio
DESIGN - MÓVEIS
ARQUITETURA
INTERIORES
MOSTRAS
MÓVEIS
Apoio
arquitetura & construção
design & internet
 
 home » artigos » jovem pan - modalidades verão
Jovem PAN - modalidades verão
Por Ignez Ferraz
Pan-Americano FASHION do RIO homenageia Jade Barbosa



De todos os esportes meu maior fascínio é a ginástica artística – quem sabe ainda tenho chance no próximo PAN? Minha altura – apenas 1,50m - já é um bom predicado, não?


TODOS OS EXEMPLOS DESTE ARTIGO SÃO PROJETOS DE INTERIORES, DESIGN DE MOBILIÁRIO E EXECUÇÃO DA ARQUITETA IGNEZ FERRAZ


AS SUPER CORES


Verdão, azulão, amarelão... As super heróicas cores da nossa bandeira inspiram as garotas agora com idéias próprias - e não mais da mãe, como visto na moda infantil - mas ainda de acordo com as regras e gostos da “turma”. Vamos analisar estes desejos juvenis ambientando-os dentro do nosso universo de Interiores.


Na moda jovem fazem sucesso os vestidos linha A, que ainda permanecerão com força no verão 2008, embora disputando espaço com os cintados.




Os bolsos externos são o diferencial nos vestidos da ELISA CHANAN (verde JADE?), enquanto a CANTÃO investe em múltiplas e vibrantes pulseiras – detalhe em “alta”.




Uma opção original para as bijuterias é a tira larga do tipo escravo-romano (os nobres usavam em ouro - vocês repararam no ótimo seriado "Roma" da HBO?), sempre nos dois braços – na TOTEM acompanham chemisier cintado com motivos tropicais.


Para quem NÃO TEM medo das cores e gosta de um patchwork como da colcha do quarto deste sótão (desejo de altura como no pódio?), não hesite: ouse!




LAYANA THOMAZ burlou a ordem da (des)combinação vigente há várias estações propondo macaquinho (nova tendência, assim como macacões) e sacolona com a mesma estampa gráfica. O cinto laranja também será acessório disputado. Use com rasteirinha de tiras ou havaianas em qualquer um destes tons (bem, talvez laranja, para ser coerente com os novos paradigmas) ou um “bamba” – branquinho! (Sempre fui fã, além do keds, independente de qualquer modismo)


Obs. Para quem curte as roupas “combinadinhas” da Marieta Severo no papel de D.Nenê no seriado da “Grande Família” e nunca teve coragem de assumir, agora pode ficar radiante! Confesso que a-do-ro composés (os jogos de listras, poás e xadrez da Richards são ma-ra-vi-lho-sos - parabéns, Paula!), mas sempre odiei tailleurs de saia justa do tipo “roupa de aeromoça e recepcionista”.


A transparência presente há anos também é revisitada em vestidos de cores fortes.




Vestido canário da DTA sobre body-bermuda (em substituição ao legging do inverno) no mesmo tom.
A transparência translúcida se repete nos módulos em resina violeta em frente à parede lilás (good match). Encanto no toucador, adaptável em (re)cantos do quarto ou banheiro.
Mas atenção: o mobiliário serve para todas as idades, o “modelito” apenas para as “mocinhas”.



E para quem TEM medo das cores, mas não quer deixar de entrar no “clima”, acessórios coloridos (neste caso, descombinados!) caem super bem com um neutrinho. (Eu já havia mencionado nas tendências do inverno quando comentei sobre essa interessante solução da Animale)




CAROLINE ROSSATO moderniza o pretinho básico acompanhando-o com acessórios coloridos.
No ambiente, uma boa solução para as estantes de livros também “quebrarem a seriedade” é fazê-las rotativas com prateleiras em chapas metálicas perfuradas, fixadas na cumeeira do telhado.



A NÃO-COR


Mas para quem não curte nada, nada os coloridões, preto, branco e seus dégradés também serão sempre boas soluções.



Sobre tubinho ajustado, a CAVENDISH localizou sua delicada estampa eco de coqueiros na barra, arrematando com pequenos fru-frus esponjados. Simpático detalhe repetido nas alças largas (ela já havia mostrado estas alças na sua coleção de inverno). Já a MARIA BONITA EXTRA, que inspirou sua coleção no Street wear com desenhos “à la” grafiteiros, introduziu faixas laranjas que alegram a neutralidade do “baby look”. Anabela em couro gelo de escamas.


E para quem não ousa colorir nem mesmo os acessórios...



A DTA e a MARIA BONITA EXTRA apresentam charmosos modelos de sandália greco-romana em camurça preta e bolsa-sacola em couro ecológico branco. Os penduricalhos são apenas enfeites divertidos.


As bancadas de trabalho para estas duas jovens são pivotantes, para o caso da necessidade de uma grande mesa de grupo. Reparem como é simples:






Este é um caso típico de “disegno para dibujos”.


É OURO, É PRATA!


O que não dá mesmo para escapar é dos metalizados – mas também, quem não sonha brilhar? Cada vez mais presente na Moda, o ouro e a prata ampliaram seus domínios para além dos acessórios, esgueirando-se por entre as vestimentas de todos os tipos, principalmente as esportivas, e, portanto, próprias para as jovenzitas.



CAROLINE ROSSATO acertou em cheio ao ousar com a bermuda dourada ajustada abaixo do joelho, contrastando com blusa de gola “boba” azul anil. Para os mais tímidos, insinua o mesmo metal apenas nas alças – do vestido linha A e da mochila.



Nos acessórios, MARA MAC propõe equilibrar o brilho com o fosco: a bolsa prata possui as alças em couro, enquanto na sandália de camurça bege apenas o solado interno é dourado.



Reparem o “must” no detalhe da manga bufante e larga com transparência-opaca na blusa cinza-prata da ELISA CHANAN.



Brilhos e transparências têm andado juntos – será que estão “ficando”? Se estão, vão acabar namorando, pois combinam à beça!



Parkas sem mangas, mas com capuzes e golas esnobes (de nobres?). Misture com organza metalizada em prata e ouro e eis que MARA MAC, com sua varinha de condão, converte o simples em sofisticado!


Mas depois de tantas piruetas, fiquei exausta. Que tal um mergulho para refrescar o corpo e esfriar a cabeça?



Divertidas as propostas tanto do biquíni da SALINAS quanto do maiô “engana-mamãe” (pelo lado?) da BLUE MAN.


TCHUN... acabei de mergulhar na imensidão azul de Fernando de Noronha!



P.S. Não tem como olhar estas fotos e não lembrar da Celly Campello cantando a divertida versão do “Biquíni de Bolinha Amarelinha Tão Pequenininho”. Acharam o título engraçadinho? Então se espantem com o original:
Itsy Bitsy Teenie Weenie Yellow Polkdot Bikini
(Pockriss / Vance - Versão: Hervê Cordovil)


E-mails recebidos


Oi, Ignez!

Muito obrigada pela exposição das minhas peças. Achei seu trabalho realmente bem interessante! Acho muito legal comparar moda e design, está tudo ligado com a nossa criatividade.

Parabéns e obrigada,

Carol Rossato


Obrigado, Ignez. Estou encaminhando para o pessoal da CANTÃO.

BEIJOS
Igor Fidalgo (Conceitual Assessoria)


Ficaram lindos! Tem aguma destas fotos em alta?
Que pena que não fostes na Le Lis, todas ganharam um perfuminho de ambiente, embalagem normal...
Bjs / iesa
 
Leia Também
 
 
Ignez Ferraz Perfil | Contato | Na mídia | Artigos | Dicas | Arquitetura | Interiores | Design-Móveis | Mostras.
  © 2003 Ignez Ferraz. Direitos reservados. Website by Felipe Memória