Ignez Ferraz, arquitetura & design  
Loading
     
PERFIL
CONTATO
NA MÍDIA
ARTIGOS
DICAS
 
Portfólio
DESIGN - MÓVEIS
ARQUITETURA
INTERIORES
MOSTRAS
MÓVEIS
Apoio
arquitetura & construção
design & internet
 
 home » dicas » indochina inspira bia ribas em roma
Indochina inspira Bia Ribas em Roma
Por Ignez Ferraz
Muito mais chique do que ir à Itália para acompanhar as últimas tendências de Moda e Design em Milão é expor sua própria obra. Aonde? Nella bella ROMA!(Mamma Mia!)


E então... vogliono conoscere BIA RIBAS?



BananaBrasile


Num mix inusitado, a economista brasileira Maria Beatriz, depois de trabalhar dez anos no Mercado Financeiro e 8 na Prefeitura do RJ, sentiu um forte apelo pelas Artes Plásticas e se iniciou na pintura com Orlando Molica no Parque Lage.


Posteriormente sua formação internacional incluiu um curso de PITTURA no “The Art Institute of Florence”(1998) e no ano seguinte em Londres, PAINTWORKS, com diferentes efeitos da pintura sobre suportes como tela e madeira.


A paixão pela temática dos plantadores de arroz, surgiu, porém, ainda durante os anos de cursos no Parque Lage, depois de rever o filme “Indochina” (1992, com Catherine Deneuve, dirigido por Régis Wargnier), revela.



Rice plantor


Começou a fazer pesquisa sobre as jangadas do Vietnam; desenvolveu estudo em torno da geometria do corpo e do chapéu cônico, através de desenhos, colagens e pinturas.



Piantadore di Riso                            The viet brad


“Esbarrei com as figuras mágicas dos monges e seus hábitos coloridos e os agreguei à minha série sobre a Ásia.”



The Newspaper



Quando chegou em Roma há um ano, viu que o assunto não havia se esgotado dentro dela e fez uma segunda série - “ASSAGIO N’ALTRE CULTURE” (Sabor de outras culturas) – em acrílico e óleo sobre telas grandes (80 x 120 cm) e pequenas (60 x 50 cm). A inauguração acontecerá na Galeria Santandrea, depois de ter seus trabalhos expostos em cidades americanas como Exton, Philadelphia e Wilmington.


Giancarlo Guarniere (pittore, storico e scrittore d’arte) descreve a intensa luminosidade das suas cores que nos remetem ao fauvismo de Gauguin e à Matisse (e, por que não, ao expressionismo alemão?)


“Tanto, tantissimo ruota su collore nella pittura di Bia Ribas. Colore che è fulcro, forte, lavorato, pieno di luce e intensa luminosità. Colore che possiamo definire sensuale, originale, come vari soggetti de suoi quadri che riportano all Estremo Oriente. Timbri e tonalità allo stesso tempo brasiliane... ...in un intrecchio personale che riporta à la Francia de colore Fauve e alla maestria matissiana.”


ALLORA, ANDIAMO!

.........................................................

DOPO l'esposizione
Oi Ignez, tudo bem? Já tinha lhe dito que amei o seu site, antes de ter tido o prazer de ver o seu artigo, super bem escrito e ilustrado sobre a minha exposição. Veramente uma honra!
Apesar de saber que era uma semana arriscada para um evento, a Páscoa, a inauguração foi um sucesso! Te mando fotos.
Vamos nos conhecer, te aviso quando estiver no Rio.
Beijos,
Bia

 
Leia Também
 
 
Ignez Ferraz Perfil | Contato | Na mídia | Artigos | Dicas | Arquitetura | Interiores | Design-Móveis | Mostras.
  © 2003 Ignez Ferraz. Direitos reservados. Website by Felipe Memória