Ignez Ferraz, arquitetura & design  
Loading
     
PERFIL
CONTATO
NA MÍDIA
ARTIGOS
DICAS
 
Portfólio
DESIGN - MÓVEIS
ARQUITETURA
INTERIORES
MOSTRAS
MÓVEIS
Apoio
arquitetura & construção
design & internet
 
 home » artigos » minibares retrôs – um novo must
Minibares retrôs – um novo must
Por Ignez Ferraz
Os bares caseiros sofreram uma evolução significativa a partir dos anos 50. Com formato de bumerangue, se posicionavam nos cantinhos das salas com duas banquetas.


Bar anos 50 na VINTAGE, segundo piso do SHOPPING CIDADE COPACABANA

Três décadas depois eles cresceram e ficaram com cara de ‘bar de restaurante’. Passaram a ter status de local nobre do estar, onde o dono da casa, no papel de ‘barman’, servia as bebidas ou preparava coquetéis atrás do balcão, enquanto seus convidados beliscavam os aperitivos à sua volta.

Porém ocupavam um enorme espaço na sala. Ficaram ‘datados’, além do que, hoje em dia, poucos apartamentos apresentam dimensões que comportem esse luxo. Os copos pendurados expostos também não eram uma boa solução, nem prática, nem estética.

E assim novas possibilidades apareceram: cristaleiras, armários, estantes ou bufês, ótimos para preservar limpos os copos.



Vejam mais ângulos deste Flat

Mais tarde, num movimento oposto, surgiram as bandejas simplesmente apoiadas sobre mesas ou aparadores, com algumas poucas bebidas e copos selecionados.


Conheçam outros cômodos deste apartamento.

Os vinhos migraram para os frigobares, que vieram substituir as adegas, mantendo cada tipo de vinho na sua temperatura correta. E se desassociaram do restante, transferidos para as cozinhas.


Entendam todos os ângulos deste gazebo culinário.

Mas entre os extremos, surgiu o pequeno móvel, suficiente para montar um bar para o convívio do próprio casal ou amigos. Carrinhos de chá com rodízios passaram a ser um must, dos mais variados tipos - dos descolados, passando pelos herdados da família, ou repaginados. Sua localização mais regular era próximo à mesa de jantar.


Mesa-bar nômade na varanda. Projeto Ignez Ferraz

Com a onda VINTAGE, surge um novo tipo de minibar: pequeno, fechado, mas com aquele charme retrô, variando da simplicidade geométrica do Déco (original ou releitura) ao colorido frenético dos anos 60/70.


Minibar da década de 60. Na EDGE, segundo piso do SHOPPING CIDADE COPACABANA.

Por suas pequenas dimensões, posicionam-se ao lado do sofá ou poltrona.


Bar Andrea, releitura Déco. No STUDIO IGNEZ FERRAZ, segundo piso do SHOPPING CIDADE COPACABANA.

 
Leia Também
 
 
Ignez Ferraz Perfil | Contato | Na mídia | Artigos | Dicas | Arquitetura | Interiores | Design-Móveis | Mostras.
  © 2003 Ignez Ferraz. Direitos reservados. Website by Felipe Memória